Get Adobe Flash player

Posse da nova Diretoria da Força Sindical do Rio de Janeiro


A posse da nova Diretoria da Força Sindical do Rio de Janeiro aconteceu na manhã do último sábado (dia 6 de abril), reconduzindo à presidência da central sindical o metalúrgico Francisco Dal Prá. A solenidade lotou o auditório da sede própria da entidade, na Gamboa, zona portuária do Rio de Janeiro, onde se reuniram sindicalistas de diversas categorias de todo o estado e do país.
Clique aqui para ver mais detalhes Madeira Nosso presidente, Valfredo Borja Lima assumindo a posse (Diretoria executiva estadual)

UM BREVE RELATO DA HISTÓRIA DE NOSSO SINDICATO

Reunindo um grupo de Trabalhadores que até então vinham desenvolvendo seus serviços artísticos ligado à Madeira, em Março de 1932 no intuito de que fosse resguardados direitos trabalhistas, surgiu e fundado assim o SINDICATO DOS OFICIAIS MARCENEIROS DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO.

Vale dizer que dessa reunião de profissionais reunindo Carpinteiros, Trabalhadores de Tanoarias, Madeiras Compensadas, Cortadores de Madeiras, daí denominados como Maquinistas, passaram a lutar pelos direitos da Classe operária;

Assim sendo, aqueles Sócios Fundadores compuseram a Diretoria no período de 15 de Março de 1932 até 05 de Julho de 1939, data esta em que teve o reconhecimento pelo Decreto Lei, nº 1402, de 05 de Julho de 1939;

Que elegendo "SÃO JOSÉ", como padroeiro do Sindicato, este Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Serraria, Carpintarias, Tanoarias, Madeiras Compensadas e Laminadas, Aglomerados e Chapas de Fibras de Madeiras, passaram em Assembléia passou a comemorar o dia da Classe, já em 19 de Março;

Não podemos esquecer de mencionar a grande e preciosa Administração efetiva Presidida ao longo de décadas pelo nosso saudoso e inesquecível companheiro, Dr. Herondines Saraiva de Carvalho lutou veementemente com sua Diretoria na elaboração da redação final de nosso ESTATUTO em 1º de Dezembro de 1995, perante a Sala das Sessões em nossa Sede atual, onde por UNANIMIDADE foi aprovada sem qualquer restrição, gerindo a parti daquela data, a vida associativa dos Trabalhadores dentro de nossa Organização;

Cabe também dizer que como forma de tentar resgatar o que já obtemos nesses longos anos, após todo conflito ocorrido em nosso País, este Sindicato manteve-se unido em todos os tempos, sendo dado prosseguimento junto aos preciosos trabalhos, a significativa Direção exercida também pelo nosso saudoso lutador e presidente Sr. OSVALDO JOÃO DA SILVA que com sua saudosa Diretoria procurou dar prosseguimento ao que lhe fora deixado de legado, mesmo que muitas vezes hoje tenha as deixados algumas cicatrizes do passado;

Ao longo de todos esses 76 (setenta e seis) anos de luta, procuramos manter ainda como meta e dever, o serviço à assistência judiciária para os Associados, especialmente sobre matéria trabalhista, além de Conciliação junto aos Dissídios de Trabalho, tanto quanto da mantença, seja direta ou indireta de nossa escolas de marcenaria, alfabetização pré vocacional e de capacitação profissional; além da assistência médica e odontológica e social;

Junto a nossa Sede própria que funciona regularmente à Rua dos Andradas, nº 96 - 16º Andar - Centro do Rio de Janeiro, teve como Sede anterior o endereço da Rua Camerino, nº. 128, Centro do Rio de Janeiro, a atual Direção do Sindicato, Presidida dignamente pelo Sr. VALFREDO BORJA LIMA, vem lutando conjuntamente a sua Diretoria para cumprir com todos os deveres que se propuseram no passado dando a todos os trabalhadores da Classe, sem qualquer restrição a continuidade na prestação através de regulamentos e normas disciplinares de seus Departamentos, serviços, auxílios e benefícios a toda Classe que se mantivera no transcorrer do todo esses tempo;

Companheiros Trabalhadores das Indústrias Moveleiras do Município do Rio de Janeiro, a Diretoria deste Sindicato, tendo como atual Presidente, o Sr. VALFREDO BORJA LIMA, que procura dignamente também representar os interesses dos trabalhadores e seus familiares perante a classe empresarial e autoridades, continuar buscando a melhor qualidade no trabalho e nos Salários através da melhor qualificação profissional.

Por isso Companheiro, todas as conquistas dependem da união de idéias e Trabalhadores homens que junto possam vir a fazer a força, pois estes resultados não pertencem ao Sindicato e sim de todos nós trabalhadores;

Por esta forma, com a ajuda de DEUS e a união de todos os nossos Trabalhadores desta Entidade Sindical, certamente poderemos dizer: VENCEMOS!!!.

Rio de Janeiro, 09 de Julho de 2008.

________________________________________
VALFREDO BORJA LIMA
Colonia de ferias

Madeira